By WebCAMPOS – Copyright © 2014 LUSOCAMPOS Todos os direitos reservados

 

José Preto

Trás-os-Montes 

 

José Preto

Trás-os-Montes, Planalto Mirandês

 

Estágio: 6 meses em barricas de carvalho francês.

Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz

 

NOTAS DE PROVA

Aspeto – Limpo.  Cor – Rubi

As características típicas do Planalto Mirandês nas arribas do Douro, em Sendim, são especialmente propícias a produzir bons vinhos.

O Vinho tem um aroma muito digno, a denotar um justo equilíbrio entre o frutado de base – frutos vermelhos maduros – a afastar-se, e notas de evolução com abertura para frutos vermelhos e silvestres conjugado aroma a cacao e especiarias notando-se a integração da madeira no vinho.

O sabor é francamente agradável, revelando uma excelência acidez cheio de volume, com ainda notória fruta vermelha madura, com assinalável frescura, taninos polidos, algum mel e boa evolução na boca.

Para servir a 18ºC sendo excelente para acompanhar desde queijos, carnes variadas e bacalhau.Clique aqui para editar.

 

TEOR ALCOÓLICO: 13,5%vol | 75cl

Prémios: Medalha de Bronze 2016 | Medalha de ouro 2013

José Preto

Trás-os-Montes, Planalto Mirandês

 

DENOMINAÇÃO  DOC:  Trás-os-Montes

 

CASTAS: Rabigato, Gouveio e Bical

TEOR ALCOÓLICO 13% vol.

 

O VINHO  PROVA SENSORIAL E SUGESTÕES DE CONSUMO

Aspeto – Limpo.  

O vinho branco apresenta um aspeto límpido, cor citrina a palha dourada, denotando a presença de aroma jovem e fresco a frutos tropicais, com carácter varietal. De boca ampla e boa estrutura, apresentam um bom equilíbrio de taninos, com um final de boca persistente e longo. Douro, em Sendim, são especialmente propícias a produzir bons vinhos.

 

Para servir a 8/10 ºC sendo excelente para acompanhar desde queijos, carnes brancas e peixe.  

Adega Rua da Ermida

Este vinho, obtido das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz, resultou de um processo fermentativo em cubas de inox a temperatura controlada.

As características típicas do Planalto Mirandês nas arribas do Douro, em Sendim, são especialmente propícias a produzir bons vinhos pelo tipo de clima, caracterizado por Invernos rigorosos e Verões quentes, bem como por solos ricos em potássio, litólicos não húmidos de granitos mediterrânicos pardos ou vermelhos e xistos e gneisses.

Nesta sub-região as castas tintas recomendadas são: Alicante Bouschet, Aragonez (Tinta Roriz), Baga, Bastardo, Castelão (Periquita) Cornifesto, Gorda, Marufo, Rufete, Tinta Barroca, Touriga Franca, Touriga Nacional e Trincadeira (Tinta Amarela).

 

Mesmo no centro do Planalto Mirandês. 

As características típicas do Planalto Mirandês nas arribas do Douro, em Sendim, são especialmente propícias a produzir BONS vinhos.

José Preto cedo apostou no refinamento das castas e na importância dum bom controlo de maturação, por forma a obter vinhos que preservam todas as suas qualidades naturais. Em tudo se manteve fiel os procedimentos tradicionais, livres de tratamentos fitossanitários, com produções de pequena escala e em adega própria.

Em 2001 o produtor reconverteu uma adega que era do seu avô, dando então uma nova expressão aos seus vinhos. Foi patente o apoio dispensado pela então jovem CVRTM – Comissão Vitivinícola Regional de Trás-os-Montes.

 

 
X

Password:

mot de passe